quinta-feira, 10 de junho de 2010

QUAL É A VOSSA OPINIÃO?

Gays querem festa na Basílica


O casal de lésbicas Teresa Pires, 33 anos, e Helena Paixão, 39 anos, que a 1 de Fevereiro de 2006 viu negado o casamento civil deve concretizar hoje esse desejo: tem casamento marcado numa conservatória em Lisboa, no que será o primeiro casamento homossexual no País.

Com a homologação da lei que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo, vários casais estão já a preparar as cerimónias de enlace. É o caso de Manuel Correia, de 54 anos, e Fernando Fonseca, de 32.

O casamento civil está marcado para dia 27. Os 150 convidados reúnem-se na escadaria da Basílica da Estrela, em Lisboa. Foram convidados artistas e figuras públicas. O casal garante ter enviado convites para Cinha Jardim e as filhas, Isaurinha e Pimpinha, Carla Andrino, Paula Taborda, Carlos Veríssimo, Fernanda Freixo e a fadista Carmen Garcia. No entanto, os familiares do casal mantêm reservas na aceitação da relação.

Ao CM, Manuel e Fernando desvendam pormenores do enlace e revelam o vestido de noiva que Manuel, ou melhor, a ‘Fernanda’, como é chamado pelo companheiro e amigos, vai vestir. ‘Fernanda’ emociona-se quando fala do amor pelo namorado. "É o amor da minha vida. Casar é o sonho que tenho desde que o conheci." O ‘marido’, como ‘Fernanda’ trata Fernando, não duvida dos sentimentos. "A Fernanda é a pessoa com quem quero viver o resto da vida."

O vestido que ‘Fernanda’ vai usar tem alças e rendas, custou 7000 euros e foi oferecido. A tiara de brilhantes, falsos, custou 5000 euros. Irá usar pulseira de pérolas e colar a condizer. Para ‘Fernanda’, não é difícil o equilíbrio em saltos altos ou envergar vestido justo: é transformista e o nome artístico é Miss Ágata. Participou em programas televisivos, teatro de revista, espectáculos e filmes pornográficos. Hoje é chefe de cozinha. Fernando é carpinteiro e pedreiro.
Noticia e foto tiradas do site do Correio da Manhã

Sinceramente, não é casos como este que envergonham a comunidade gay? Eu não duvido que eles se amem, mas por se casarem deixam de ser 2 homens? Então para quê o folclore?

Qual é a vossa opinião, meus queridos?

13 comentários:

pinguim disse...

Absolutamente ridículo; duvido que haja muitos homossexuais a reverem-se em casos destes...
Claro que toda a gente tem o direito de viver a sua vida como muito bem entender; mas "isto" é dar espectáculo, e um paupérrimo espectáculo.
A Isilda Pegado e a sua corja de homofóbicos devem estar satisfeitos...

Ana Sofia disse...

eu cá acho que deviam ir os dois vestidos há homem! afinal é o que são

Barbara disse...

Acho isto uma valente palhaçada. Isto não são homossexuais, são bichezas que gostam de dar nas vistas. E se fosse um casal heterossexual era a mesma coisa, a futilidade desta situação é que é completamente ridícula.

tiago disse...

graças a estes Senhores(?), os proximos a casarem vão ser apedrejados na rua, quando terminar a cerimónia. É por pessoas como estas que existe discriminação e que em caso de referendo a união civil entre pessoas do mesmo sexo tinha ficado no armário!
Posso estar a ser duro, preconceituoso, retrógado..... mas é o que sinto.
Peço desculpa se ofendi alguém.

beijinho

Catarina disse...

Que mais posso dizer que estes quatro comentários ainda não disseram?

Concordo contigo e com todas estas pessoas.

CrazyGuy disse...

Eu cá acho parvo todo este interesse à volta dos casamentos homossexuais. Foi aprovada a lei, então que se casem... Mas porque se haverá de fazer notícia sobre isso?
Além do mais, sempre imaginei que num casamento gay iriam ambos vestidos de smoking por exemplo... Mas cada um vai como quer! Este caso é ridículo, pelo simples facto de ser notícia! O resto são adereços...

Edu disse...

Exactamente. Concordo completamente com todos os comentários. É por causa de casos como estes que os homossexuais são vistos com maus olhos. AS pessoas ficam com a ideia que todos os homossexuais gostam de se vestir de mulher. É por isso que separo homossexualidade de "ser bicha"... Uma coisa não tem que acompanhar a outra (peço desculpa se ofendi alguém, não era minha intenção) Isso está errado! Como dois homens, deveriam ir como dois homens. Não os julgo, ele lá gosta de ir assim. Mas infelizmente por vezes a imagem de UM homossexual fica marcado na mente de todos como os homssexuais em geral. (Também concordo com o CrazyGuy... Agora vão andar ai a contar: 1º CASAMENTO HOMOSSEXUAL! 2º CASAMENTO HOMOSSEXUAL! ... 79º CASAMENTO HOMOSSEXUAL!
A lei foi aprovada, prontos! Agora deixem-se de filmes...)

Pedro disse...

São gajos destes que depois fazem com que os heteros nos julguem mal.

Rich disse...

Mami, já tinhamos comentado que se somos homens, temos de ir vestidos de homens. Claro que a maioria de nós não se revê nestes gajos

Ai o meu nervo... disse...

Não vejo qual é o problema do outro senhor ir vestido de noiva.
No dia em que eu me casar e pintar as unhas de verniz preto/roxo/amarelo/ vermelho, dou má imagem?! LOL
Não é por uma minoria ir vestida de vestidos de noiva, que os outros fiquem rotulados.
Felicidades para os noivos e muita saúde. ^^

Mark disse...

A comunidade gay é muito diversificada. Nem todos somos iguais. Existem os "afeminados" (eu nem gosto desta palavra porque, só por si, discrimina) e têm todo o direito de o ser. Também não vejo problema algum de um dos senhores ir vestido de noiva. É a sua forma de ser, não está a fazer mal algum. Deve ser respeitado.

Sou absolutamente contra qualquer tipo de discriminação.

Beijinho.

CrazyGuy disse...

Mas aqui o caso não é o de ir ou não vestido de noiva, penso eu...
Para mim é o facto de darem demasiada importância a este casamento em especial... E os outros que já se devem ter realizado??

Eu disse...

Ter sido transformista é uma coisa. Querer assumir um papel de mulher numa cerimónia é completamente diferente.

Desculpem mas é uma autêntica palhaçada. São ridículos.