domingo, 19 de setembro de 2010

AVENTURAS NO PORTO

A viagem ao Porto já acabou, acabei de jantar na Portugália da Foz. Depois fomos dar uma voltinha pela Ribeira. O J., marido da A. meteu o cartãozinho do parque na gaveta onde antigamente estavam os auto-radios, enquanto apertava o cinto de segurança, só que em vez de abrir a gaveta meteu o cartão pela ranhura da gaveta só que o cartão entrou mesmo para detrás da gaveta onde ele queria. Teve de ir aquelas casinhas onde estão os funcionários do concessionário do parque e trouxe uma pinça enorme tipo aquelas dos microscópios infantis. Com a A. a fazer luz com o telemovel, tipo lanterna, lá conseguiu tirar o cartão.

Foi das coisas mais surreais que passei...

E nunca vi tanta gente na rua como vi na Rua de Santa Catarina ontem à tarde. Nisso nós aqui em Lisboa temos muito de aprender, já que a nossa Baixa ao sabado á tarde até mete medo

3 comentários:

Speedy disse...

concordo e é uma pena. Não perdiamos nada em adoptar a cultura inglesa ou espanhola de ir beber um copo com os amigos ao final do dia.

Barbara disse...

Em três anos que já estou no Porto nunca senti medo de andar na rua seja a que hora for. Então em Santa Catarina aquilo é uma animação todo o dia :)

Ana disse...

eheheeheh o J até perdeu o sono!
Moral da história, os carros deviam ver com um extra, uma pinça daquele tamanho para casos como este!