domingo, 27 de novembro de 2011

PATRIMONIO DA HUMANIDADE

O Fado...o meu interprete favorito? Da "velha guarda", o charmoso Carlos do Carmo, do "novos", o Camané...adoro. Nunca fui ver cantar nem numa casa de fados nem mesmo num espectáculo numa sala de outra dimensão. A minha experiência é somente num concerto do Paulo Gonzo, ele ter cantado com o Carlos do Carmo um fado chamada "Estranha forma de vida" e dei por mim com os olhos cheios de lágrimas.


Foi nesta altura que percebi o que para mim era o fado...não sei explicar, nem sei se quero explicar, acho que prefiro senti-lo

2 comentários:

pinguim disse...

No final da semana, liguei, por acaso a TV e estava a dar um programa de homenagem ao Fado promovido pela SPA.
Fiquei ali rendido a ouvir tantas vozes, que há tanto tempo não ouvia e a a sentir a lágrima ao canto do olho, de vez em quando.
E nessas alturas, quando me comovo, porque tenho que ligar sempre para Belgrado?

um coelho disse...

Tu vais tomar café com toda a gente, tens imensos sobrinhos, tens uma profissão que me roi de inveja... qualquer dia vamos à Tasca do Chico!