terça-feira, 18 de agosto de 2009

PURO PRECONCEITO

Hoje passei-me na praia do Portinho da Arrábida.

Ao nosso lado vários casais, entre eles 2 casais gay, um dos casais completamente in love, muito beijinhos e risos. De repente chega um grupo de várias pseudo-tias, peruas cheias de ouros nas mãos e que se sentaram ao nosso lado e começaram logo a desdenhar dos casais gays que estavam do outro lado. Ai e tal, porque eles davam mau aspecto aos miúdos (ah elas vinham com 3 miúdos que já teriam uns 15 anos), que era uma vergonha e que os banheiros deviam expulsar as "bichas" da praia. Eu começei a encher e o lindo a dizer - tem calma, que não é connosco. Pois não é, mas é uma questão de intolerância que não se justifica, ainda por cima eles nem sequer estavam a fazer nada de extraordinário, estavam a fazer muito menos que um casal heterossexual muito novinho estava a fazer, que ele nem sequer queria ir ao banho, que não se conseguia levantar da toalha.

Mas adiante, eu enchi, enchi e as tias sempre a falarem mais alto até que toda a gente começou a olhar para elas, e eu rebentei, perguntei se elas achavam que os "miúdos" não sabiam que havia pessoas que gostavam de pessoas do mesmo sexo, que estavam tão chateadas mas não se levantavam e saiam daquele sitio. Porque é que haviam de ser as outras pessoas a sairem, se mais ninguém estava a reclamar é porque quem lá estava não estava incomodada.
De repente vi um dos tais miúdos e olhar para o casal gay e a piscar o olho. Mal sabiam as tias do que ali tinham. Claro que elas não responderam a nada do que eu disse, levantaram-se e foram ao banho, o tal miúdo levantou-se e antes de ir ao banho pediu desculpa por elas, e o lindo disse que ele não tinha de pedir desculpa por uma coisa que ele não tinha dito, só tinha de ficar na dele e tentar que as "senhoras" se comportassem melhor quando voltassem, que os casais que ali estavam, ali iam ficar.

Os casais gay e um dos casais hetero levantaram-se e foram sentar-se ao pé de nós e ali ficaram, formou-se um grupo bem jeitoso. As tias quando voltaram nem queriam acreditar, os miúdos só se riam e piscavam o olho entre eles. E nós ali em amena cavaqueira, o lindo levantou-se para ir ao banho com o resto dos casais e eu fiquei para trás a arrumar o saco. Não é que uma delas me abordou a perguntar se eu não tinha medo de deixar o lindo ir ao banho acompanhada por eles? Comecei-me a rir e perguntei se elas achavam que os tipos iam raptar-me o lindo e levá-lo para casa deles?

Resposta da perua? Claro, não sabe que eles atiram-se a todos os homens giros? E olhe que o seu é bem giro

Sem mais comentários

4 comentários:

Anokas disse...

mais um bocadinho e era a tia a raptar o teu lindo!!!!
ai esta gente é tao triste que nem vêm a figura que fazem...deixem os outros viver a vida deles,pq nunca se sabe o que se tem em casa,certo?
e tu fizeste muito bem em responder,acho que eu tambem acabaria por fazer o mesmo...

Laelany disse...

Realmente! Uma situação revoltante. Há pessoas mesmo cheias de preconceitos e mesquinhas, sem um pingo de vergonha na cara.

Ainda bem que respondes-te à letra e puseste as 'tias' no seu lugar. ;)

Barbara disse...

Aplaudo de pé a tua atitude.
As pessoas preconceituosas irritam-me profundamente, merecem mesmo ouvir umas quantas verdades.

sonia189 disse...

Que inveja de teres amigos gay lol

Há pessoas mesmo idiotas no mundo, mas pronto, Fernanda és um espectáculo, por acaso o teu lindo não gravou a tua actuação, não?
;)
****