sábado, 18 de dezembro de 2010

DIREITO DE RESPOSTA

Quando meti este post foi com a intenção de prestar a minha homenagem, de mostrar o meu apoio a estes sobreviventes.
Mas parece que afinal houve quem achasse que eu não devia. Recebi um comentário de anónimo (claro, estes tipos só podem mostrar-se sob a capa do anonimato, só mostram a sua cobardia assim...).
Então, dizia mais ou menos isto: "Vai ver ao dicionário o que é uma FAG HAG que é isso que és. Não aguentas um homem a sério."

Fui ver o que era uma FAG HAG, porque já tinha lido a expressão nalguns livros e pareceu-me uma coisa agradável, mas afinal pode ser um insulto, segundo a Wikipedia, é uma mulher hetero que tem amigos (muitos) gays.

É verdade que tenho alguns (muitos) amigos gays e bissexuais, mas não por causa da sua orientação sexual, mas porque são pessoas agradáveis e bem dispostas. Mas também é verdade que também tenho amigos hetero de quem gosto muito, muito mesmo.

Pois é, caro anónimo, vou continuar a ser amiga dos meus amigos gays e bissexuais. E como sempre aprendi que só há dois sexos, femininos e masculinos e como os meus amigos gays são homens, do sexo masculino, afinal eu aguento homens a sério. Porque estes são Homens a sério porque o que aguentam Tu é que não conseguias aguentar.
E não volto a falar nesta merda de assunto. Os meus amigos são os MEUS amigos.

3 comentários:

pinguim disse...

E pronto, está dito e bem dito!

Maria disse...

E mais nada!!! Isto são comentários de gente muuuuuuuuuuito pequenina.

Catarina disse...

Acho que foi muito bem dito. Pode ser alguém que acaba de descobrir a sua verdadeira orientação e está na fase da negação.

Beijos, e se não falarmos antes, boas festas.